Slide show

grids

Education

Sports

Feito por Mário Jorge ( The Broz ). Tecnologia do Blogger.

Business

Versículo Bíblico

Pictures

Games

Video

Featured

Total de visualizações

Teste Teste Teste Teste

Subscribe Here

Fashion

Travel

Publicações Recentes

Gallery

Teste Teste Teste Teste

Column Right

Teste Teste Teste

Formulir Kontak

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores

Beauty

Fashion

Technology

Fashion

  • Latest News

    Slider

    Translate

    News

    Music

    Games

    link rel="apple-touch-icon" sizes="57x57" href="/apple-icon-57x57.png">

    NOITE DA POESIA POPULAR - BELO JARDIM - PE

    A poesia popular é um segmento esquecido pela grande mídia que sobrevive graças a determinação dos apologistas (promoventes e amantes da cantoria); em Belo Jardim não poderia ser diferente.

    Na década de 90 o Bar Recanto dos Poetas (Margô) e Calladus Bar eram pontos de encontros da poesia em nosso município, porém esbarrava na falta de apoio dos poderes constituídos.

    Nesse movimento de preservação cultural, o apologista Sebastião Gomes, realizou no período de 8 anos quatro encontros de repentistas, abandonando por falta de estrutura. Manuel de Josinete, outro apologista dedicado a causa da poesia, também incentivou e realizou as cantorias chamada pé de parede.

    Sem nenhum grande evento do gênero, nos últimos quatro anos, em 1998 o poeta Valdemir Cintra recebeu uma espécie de convocação dos amantes da poesia para prosseguir com o projeto que deixara um grande vácuo cultural no município.

    Incentivado pelos comerciantes locais que compraram uma cota no valor de 50 reais, com direito a uma mesa e a citação em carros sonoros, nascia no Clube ARCA, A Quinta Noite da Poesia Popular de Belo Jardim. Era cobrado um ingresso no valor de R$ 2,00 (Dois Reais) para ajudar nas despesas. O prefeito Cecílio Galvão na época, teve participação decisiva no retorno desse projeto. Nos anos seguintes o número de pessoas cresceu a tal ponto que o evento passou a ser realizado no Clube ITEC.

    Os poetas: Rogério Menezes, Raimundo Caetano, Severino Feitosa, Maximino Bezerra e Manuel Pedro Clemente deram o ponta pé inicial no retorno desse importante projeto.

    Em 2006, o evento recebeu a visita do deputado federal Eduardo Campos (candidato ao governo de Pernambuco), que ficou encantado com a dimensão da festa e prometeu retornar ao evento como governador e apoiar através dos órgãos fomentadores da cultura.

    Eleito Governador, Eduardo Campos cumpriu o prometido. Desde 2007 que esse evento consta no calendário estadual de Cultura e passou a ser exibido em praça pública. Também em 2007, Eduardo Campos, veio a festa.

    Em 2010, existe projeto de uma festa maior e com mais atrações diversificadas. Pensamos em realizar de 07 a 09 de maio, um festival de diversidade cultural. Depende da aprovação de projetos nas mais variadas áreas de fomentação de cultura.

    Existe uma data padrão para a realização desse evento: Sexta-feira que antecede o dias das mães.

    vehicles

    Click

    business

    TV

    health

    Recente